No labirinto de Facebook

Antoniel Francisco da Silva

Antoniel Francisco da Silva

CRÔNICAS DO BRASIL

Isso Fb é a “mãe de todas as relações sociais”, como tem sido entendido por algum tempo, no Fb agora um bilhão de pessoas falam sobre suas vidas, amores, traições, eles dão nomeações, jantar desculpar-se, dão-lhe um bom dia e boa noite lhe os seus melhores votos e condolências, há quem disse que aqueles que hoje está constipado e ter diarréia. Tudo agora está sob os olhos de todos, eu, decidimos para o inferno com a nossa privacidade, ao mesmo tempo que você decidiu participar de uma rede social.

Mas, como tudo que gira no facebook internet também tem o seu lado, “olho”, um amigo escreveu-me apontando para o meu “filial” na amizade. “Isso é um troll”, e quem diabos é um “troll”? Então é só a internet, google que vem para ajudar e descobrir que o troll é aquele que mascaram com nomes falsos e que é seu amigo, apenas para entender informações “sensíveis”.
Então, acontece que os lugares de uma história que mais tarde revela-se falsa, o chamado brincadeira , descobriu que as fotos em
questão foram parcialmente verdade, eu tento explicar as minhas razões, e as notícias de segunda mão, é um jornalista dinamarquês que diz que aquelas fotos são autênticos e que foram feitas em uma favela no Brasil.
Mas os mortos, esses caras mortos e “afogado” em seu próprio sangue não é senão uma farsa.
É um falso no tempo e modo, a imagem foi feita em fevereiro e não na Copa do Mundo, durante uma batida policial para impedir uma gangue de traficantes de drogas, ou como afirma outro jornal, os meninos são foram mortos pela polícia em retaliação pela morte de um dos seus colegas.ragazzi uccisi nella favelas, Brasile

Assim, o social, me condena sem julgamento em segunda instância, e eu me tornar (em ordem): mentiroso, covarde, e falso – novamente – megalomaníaco,. Um nada vale o meu escritório de defesa, até mesmo por (talvez link) Lucio Satta, que primeiro me advertiu sobre a veracidade da notícia. Mas, paradoxalmente, as críticas não vêm de brasileiros doc, mas de pessoas no Brasil, havia talvez uma, talvez duas vezes e talvez sempre, para o turismo. A notícia é uma farsa apenas a metade, porque você vê os caras no Brasil não pode ser morto, a fim de “lugar no mundo”, e só naquele momento, mas se matam a cada dia, estão sendo mortos porque alguém não quiser vê-los na rua, porque o “crianças de rua” incomodar as pessoas “boas”. Então, o que as pessoas boas que ele contrata homens do “comércio”, para resolver o “problema”.

Mas junto com meus razoes diárias de insultos que recebi, tanto a solidariedade, tanto que mais do Brasil, recebi uma série de fotos, mais

Schermata 2014-06-17 a 13.42.07

fotos, desta vez de verdade, eles são os assaltos da polícia para remover as pessoas que durante anos viviam em favelas, porque eles são muito perto do “mundo”.
É sempre uma história do Brasil que a menos que se não fosse para o nome da prisão, São Paulo Pinheiro, tem fortes semelhanças com as muitas histórias neste período italiano que lemos nos nossos jornais.
Antoniel Francisco da Silva é um jovem de São Paulo, viciado em drogas químicas, ele foi preso e levado para a prisão de Pinheiros, porque ele passava por um processo encontrado para roubar para obter as drogas, são tratados dois anos e meio.
Antoniel Francisco da Silva tem uma família, uma família que o ama, tenta de todas as maneiras para ajudá-lo, sua mãe lhe envia cartas que são enviadas de volta ao remetente, não sei se no Judiciário brasileiro não é fornecido contato telefônico com famílias, ou é algo que todos Penitenciarías de São Paulo Pinheiros, o fato é que sua mãe, irmãos, irmãs não podem comunicar-se com Antoniel. Não têm mais notícias .dele até que eles conseguem ter contato com a administração da prisão, e lá eles têm as confirmações do que temíamos. Antoniel Francisco da Silva está morto, morto há mais de um ano. Nenhuma outra notícia. Como tal, é por isso. Os 47 mil ações, o 5000 “aprovação” de minhas fotos de crianças mortas nas favelas que eles pensam da família de Antoniel que eu possa ajudá-los a entender o como eo porquê. A mãe, a família pede que saber para onde levar flores e, acima de todas as circunstâncias da morte e por que ninguém informou a família da morte de Antoniel Francisco da Silva
Antonello Zappadu

Leave a Comment

Il tuo indirizzo email non sarà pubblicato. I campi obbligatori sono contrassegnati *

1 × 2 =

Translate »